Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Related Materials
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 Ford Opens New Engine Plant in Brazil to Produce the Advanced 1.0 3-Cylinder TiVCT Flex Fuel Engine

DATE: Will be calculated from "Release Start Date" field.

Mova o cursor para baixo para ler este release em português

​SALVADOR, Brazil – Ford opened today its new Camaçari Engine Plant to produce the 1.0 3-Cylinder TiVCT Flex Fuel engine, an entirely new family of 3 cylinder engines with advanced technology for the compact car segment. 

The opening was attended by the Minister for Transport, César Borges, the governor of Bahia, Jaques Wagner, among other authorities. For Ford, attended the company's president, Steven Armstrong, Vice President of Corporate Affairs, Rogelio Golfarb, and director of Manufacturing, Vagner Galeote.

Built at Ford Northeast Industrial Complex in Camaçari, Brazil, the new plant is among the most modern in the world and is designed to meet global quality and productivity standards. The event highlight this new innovation and Ford´s commitment to Brazil and the State of Bahia with the inauguration of Northeastern Brazil´s first engine plant.

The plant is part of a $400 million Reais investment and has an annual capacity to produce 210,000 engines. The 300 new employees hired to work at the plant collectively received more than 380,000 hours of training

“The Camaçari Engine Plant is an integral part of Ford’s fastest and most ambitious global manufacturing expansion in 50 years,” said John Fleming, Ford’s executive vice president, Global Manufacturing and Labor Affairs. “This year, Ford is embarking on the company’s most aggressive product launch cadence, introducing 23 new vehicles globally. This engine plant will help to support our manufacturing and product growth strategy.” 

With about 40 robots and automatic part loaders, the assembly line at the plant operates with a high level of automation. Its 34 machining centers offer wide flexibility for the production of components. In addition to these stations, there are 15 special units for machining engine blocks and heads. The assembly line is equipped with the latest high performance tools, designed to deliver efficiency and ergonomics for operators.

The 1.0 ECOnetic Flex engine, with three inline cylinders, brings dual-command TiVCT technology to the segment. It has a very compact design and uses the Easy Start cold start technology, which eliminates the need for the traditional small fuel tank under the hood. It features an aluminum head and innovations such as the belt in oil drive, dual-stage cooling system and designs to reduce vibration.

The new engine plant at Ford’s Northeast Industrial Complex operates on an intelligent central management system that connects 100 percent of equipment via Wi-Fi. The system allows the production, quality control, and maintenance to be monitored online. In addition, it enables the online control of the factory environment temperature.

As part of the quality system, the production area is completely isolated and has a system of positive air pressure which eliminates to zero the risk of engine contamination in the production chain. This control also includes 100 percent traceability of the stations that will make possible the production history of each item in the engine. The process is monitored by high-definition cameras that check the parts’ correct positioning in the engine’s assembly as part of a zero defect strategy.

The event announces over this large investment, a new commitment by Ford to the country and the region, and thus reinforces the new image of the company in terms of technology and innovation.

 

Mova o cursor para cima para ler este release em inglês

Ford abre nova fábrica de motores no Brasil para produzir o avançado 1.0 de 3 cilindros TiVCT Flex Fuel Motor
SALVADOR, Brasil, - A Ford inaugurou hoje sua nova fábrica de motores em Camaçari, para produzir o motor de combustível 1.0 de 3 cilindros TiVCT Flex, uma família totalmente nova de motores de 3 cilindros com tecnologia avançada para o segmento de carros compactos. 

A inauguração contou com a presença do ministro dos Transportes, César Borges, do governador da Bahia, Jaques Wagner, entre outras autoridades. Pela Ford, participaram o presidente da empresa, Steven Armstrong, o vice-presidente de Assuntos Corporativos, Rogelio Golfarb, e o diretor de Manufatura, Vagner Galeote.

Construída no Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari, a nova fábrica está entre as mais modernas do mundo e é projetada para atender aos padrões de qualidade e produtividade global. O evento destaca esta inovação e o compromisso da Ford com o Brasil e do Estado da Bahia com a inauguração da primeira fábrica de motores do Nordeste do Brasil.

A planta faz parte de um investimento de 400 milhões de reais e tem capacidade anual para produzir 210 mil motores. O 300 novos funcionários contratados para trabalhar na fábrica, receberam coletivamente mais de 380 mil horas de treinamento.

"A fábrica de motores de Camaçari é parte integrante da expansão industrial global, mais rápida e ambiciosa da Ford em 50 anos", disse John Fleming, vice-presidente da Ford, Global Manufacturing e Assuntos Trabalhistas. "Este ano, a Ford está embarcando em mais uma agressiva linha de lançamento de produtos da cadência da empresa, introduzindo 23 novos veículos globalmente. Esta fábrica de motores ajudará a apoiar a nossa produção e estratégia de crescimento do produto".

Com cerca de 40 robôs e carregadores automáticos de peças, a linha de montagem na fábrica opera com um alto nível de automação. Seus 34 centros de usinagem oferecem grande flexibilidade para a produção de componentes. Além dessas estações, existem 15 unidades especiais para usinagem de blocos e cabeçotes de motor. A linha de montagem está equipada com as mais recentes ferramentas de alto desempenho, projetados para oferecer eficiência e ergonomia para os operadores.

O motor ECOnetic Flex 1.0, com três cilindros em linha , traz a tecnologia TiVCT dual- comando para o segmento. Tem um design muito compacto e utiliza o Easy Start tecnologia de partida a frio, que elimina a necessidade de o tanque de combustível pequeno e tradicional sob o capô. Ele apresenta uma cabeça de alumínio e inovações, como o cinto de segurança em unidade de óleo, sistema de arrefecimento de duplo estágio e projetos para reduzir a vibração.

A nova fábrica de motores no Complexo Industrial da Ford Nordeste opera em um sistema de gerenciamento central inteligente que conecta 100 por cento dos equipamentos via Wi -Fi gratuito. O sistema permite a produção, o controle de qualidade, e a manutenção a ser monitorizada na linha. Além disso, ele permite que haja controle da temperatura ambiente da fábrica.

Como parte do sistema de qualidade, a área de produção está completamente isolada e tem um sistema de pressão positiva de ar que elimina a zero o risco de contaminação do motor na cadeia de produção. Este controle inclui também 100 por cento de rastreabilidade das estações que farão possível o histórico de produção de cada item no motor. O processo é monitorado por câmeras de alta definição que verificam o posicionamento correto das peças na montagem do motor, como parte de uma estratégia de defeito zero.

O evento anuncia mais esse grande investimento, um novo compromisso da Ford com o país e com a região e assim, reforça a nova imagem da companhia em termos de tecnologia e inovação.​

  

By  

 
Yes
Yes
Yes
4/9/2014 4:00 PM