Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Related Materials
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 Ford Brazil Highlights Environmental Initiatives in Commemoration of the World Environment Day

DATE: Will be calculated from "Release Start Date" field.

Mova o cursor para baixo para ler este release em português

SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brazil – In commemoration of the World Environment Day, Ford Brazil highlighted environmental initiatives and also, the application of sustainability’s concept in products and productive processes that represents an attitude towards respect and commitment in preserving our planet resources.

In Brazil, Ford was the first automaker to sell a full hybrid product, the Fusion Hybrid, in 2010. Upon a significant reduction of fuel consumption and emission of pollutants to the atmosphere, this model is a sustainability icon in the luxury category. Still in 2013, the new Fusion Hybrid shall be released, bringing an advanced battery with the lithium ion technology, lighter and with higher rates of power generation compared to earlier versions. At the same time, the new model electrically powered increases the maximum speed from 75 km/h to 100 km/h.

Besides investing in solutions for development of products with excellent performance, lower consumption and reduced levels of emissions, the company also considers initiatives in its own plants to reach total sustainability potential.

All units of the company within the country operate under strict control standards for water use, power consumption and levels of atmospheric emissions.  Over the last five years, for example, the total reduction of water consumption was rated 23%, or 16% per manufactured vehicle, representing a total of 307 million litters. The objective is increase the reuse of water into the industrial process after effluents treatment. So, it is expected up to 50% reduction of potable water use.

The use of alternative materials in the products has been also incorporated in a gradual and consistent way. Every car manufactured by Ford in South America brings between 5 and 7 kg of recycled bottles, turned into carpets, roof lining, wheel housings and acoustic lining. Other relevant fact is that belongs to the New Cargo the automotive industry pioneering in the use of sisal fiber, applied in the frame of the instrument panel. Besides these initiatives, Ford also maintains a reforestation program which has planted more than 10,000 tree seedlings in the Engine & Transmission plant in Taubaté, accounting for 3,000 different species of native vegetation. In the Test Field in Tatuí the green area is currently greater than when the land was acquired, covering 3.636 million square meters, or 78% of the total area.

In Camaçari, Bahia, students from public elementary schools in the region were allowed to attend the Environmental Education Center. The goal is to promote a citizenship and environment class, allowing students to have a more eco-conscious attitude, being able to understand environmental issues and being agents of transformation in this process. 

 

 

 

 





 

 


Mova o cursor para cima para ler este release em inglês

Ford Destaca Iniciativas Ambientais em Comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente
SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brasil - A sustentabilidade é um dos pilares da marca Ford. Mais do que um requisito, a aplicação desse conceito nos produtos e processos produtivos representa uma atitude de respeito e comprometimento com a preservação dos recursos do planeta.

No Brasil, a Ford foi a primeira montadora a comercializar um produto híbrido integral, o Fusion Hybrid, em 2010. Com uma redução significativa de consumo de combustível e emissão de poluentes na atmosfera, o modelo é um ícone da sustentabilidade na categoria de luxo. Ainda em 2013, será lançado o Novo Fusion Hybrid, que traz uma avançada bateria com tecnologia de íons de lítio, mais leve e com níveis elevados de geração de energia quando comparado às versões anteriores. Ao mesmo tempo, o novo modelo aumenta a velocidade máxima com tração elétrica, de 75 km/h para 100 km/h.
 
Além de investir em soluções para o desenvolvimento de produtos com excelente desempenho, baixo consumo de combustível e níveis inferiores de emissões, a companhia também considera ações em suas fábricas para atingir todo o potencial de sustentabilidade.
 
Todas as unidades da companhia no país operam sob rígidos padrões de controle de utilização da água, consumo de energia e níveis de emissões atmosféricas.  Nos últimos cinco anos, por exemplo, a redução do consumo absoluto de água foi de 23%, ou 16% por veículo produzido, o que representa um total de 307 milhões de litros. A meta é intensificar o reuso de água, para utilização nos processos industriais após o tratamento dos efluentes. Com isso, a previsão é de que seja reduzido em em até 50%, o uso de água potável.
 
O uso de materiais alternativos nos produtos também têm sido incorporada de forma gradual e consistente. Todos os carros produzidos pela Ford na América do Sul utilizam de 5 a 7 kg de PET reciclado na forma de carpetes, forro de teto, caixas de roda e mantas de forração acústica. Outro dado relevante é que pertence ao Novo Cargo o pioneirismo na indústria automotiva pelo uso de fibra de sisal, aplicado na  estrutura do painel de instrumentos.
 
Além dessas iniciativas, a Ford também mantém um programa de reflorestamento que já plantou mais de 10.000 mudas de árvores na fábrica de Motores e Transmissões em Taubaté, contabilizando 3.000 espécies diferentes de vegetação nativa. No Campo de Provas, em Tatuí, a área de vegetação é atualmente maior do que quando o terreno foi adquirido, cobrindo 3,636 milhões de metros quadrados, ou 78% da área total.
Em Camaçari, foram abertas as portas do Centro de Educação Ambiental da Ford para receber estudantes de escolas públicas de ensino da região. O objetivo é promover uma aula de cidadania e meio ambiente, permitindo que os estudantes tenham uma atitude ecológica mais consciente, sendo capazes de compreender os problemas ambientais e sendo agentes de transformação nesse processo.

  

By  

 
Yes
Yes
Yes
6/7/2013 12:00 AM