Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Related Materials
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 Ford Brazil Celebrates 15 Years of Partnership with the Literacy Movement of ABC Region

DATE: Will be calculated from "Release Start Date" field.

Mova o cursor para baixo para ler este release em português

SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brazil - Ford renewed for the 15th year its partnership with the Literacy Movement of ABC region (MOVA), of which it is the main sponsor. This year, the company is sponsoring more 25 classrooms for the literacy of around 500 adults and teenagers, with voluntary teachers from the communities of the region.

MOVA was created in 1996 by the ABC Workers Union and city halls of Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires and Rio Grande da Serra. Since then, it already taught more than 102,000 people to read and write, being 97,534 of them with the Ford support.

“The Literacy is a basic indicator for the social economic development of any region the MOVA's role is to reduce the illiteracy at ABC region, joining the forces of all the segments. With its support to the project, Ford shows that is not only focused in the production of vehicles, but also make possible important projects of social matrix in the education”, says Nelsi Rodrigues da Silva, MOVA coordinator.

MOVA keeps partnerships with English and computer science schools. The great challenge of the project is that, besides learning to read, the student feels motivated to continue the studies. Some of them become turning educators and disclose the transforming potential of the education in the life of a person.

"The sensation of being literacy, to be able to write the name, or even to read the signboard of the bus, is the same one as drive a car for the first time: freedom", summarizes Cleyde de Cassia, MOVA former-student, today an educator and Pedagogy student.

The site brings more information about the project: www.Movaabc.org.br
 
The index of illiteracy in Brazil fell from 13.6 percent in 2000 to 9.6 percent in 2010, considering the population older than 15 years, according to data of the Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). The advance was great, but still it has a contingent of 14 million illiterates in this age band.
 
In accordance with data from UNESCO (Organization of United Nations for Education, Science and the Culture) Brazil occupies 8th position in the ranking of the countries with the biggest number of illiterates, followed by Indonesia and Congo Republic.
 

Mova o cursor para cima para ler este release em inglês

Ford Brasil Completa 15 Anos de Parceria com o Movimento de Alfabetização do ABC

SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brasil - A Ford renovou pelo 15º ano a sua parceria com o Movimento de Alfabetização do ABC paulista (MOVA), do qual é a principal apoiadora. Este ano, a empresa está patrocinando mais 25 salas de aula para a alfabetização de cerca de 500 adultos e jovens, com professores voluntários recrutados nas próprias comunidades da região.

O MOVA foi criado em 1996 pelo Sindicato dos Metalúrgicos e prefeituras das cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Desde então, já ensinou mais de 102.000 pessoas a ler e escrever, sendo 97.534 delas com o apoio da Ford.

"A alfabetização é um indicador básico para o desenvolvimento socioeconômico de qualquer região e o papel do MOVA é reduzir o analfabetismo no Grande ABC, unindo as forças de todos os segmentos. Com seu apoio ao projeto, a Ford mostra que não está voltada somente à produção de veículos, mas também viabiliza projetos importantes de cunho social na educação", diz Nelsi Rodrigues da Silva, coordenador do MOVA.

O MOVA mantém parcerias com escolas de inglês e informática. O grande desafio do projeto é que, além de aprender a ler, o aluno sinta-se motivado a continuar os estudos. Alguns deles acabam se tornando educadores e revelam o potencial transformador da educação na vida de uma pessoa.

"A sensação de ser alfabetizado, poder escrever o nome, ou mesmo ler o letreiro do ônibus, é a mesma de dirigir um carro pela primeira vez: liberdade", resume Cleyde de Cassia, ex-aluna do MOVA, hoje educadora e estudante de Pedagogia.

O site traz mais informações sobre o projeto: www.Movaabc.org.br

O índice de analfabetismo no Brasil caiu de 13,6% no ano 2000 para 9,6% em 2010, considerando a população com mais de 15 anos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O avanço foi grande, mas ainda há um contingente de 14 milhões de analfabetos nessa faixa etária.

De acordo com dados da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) o Brasil ocupa o 8º lugar no ranking dos países com o maior número de analfabetos, seguido por Indonésia e República do Congo.





  

By  

 
Yes
Yes
No
5/2/2012 12:00 AM