Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Related Materials
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 Ford Brazil Announces R$ 500 Million Investment in Taubaté

DATE: Will be calculated from "Release Start Date" field.

Scroll down to view article in Portuguese.

SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brazil - Ford reaffirms its commitment to its Brazilian operations and announced a new investment program worth R$ 500 million at its engine and transmissions plant in Taubaté, Sao Paulo state. The amount will be allocated for the continued expansion of production capacity, which will be increased to 500,000 Sigma engine units per year and to 520,000 transmissions/year, and will also result in the creation of 500 new jobs at the plant, which today has 1.7 thousand employees.

In addition to the announcement, the automaker is also celebrating the production of 10,000,000 powertrains at the plant, which has great importance in Ford's overall global strategy. The factory produces the consecrated Zetec RoCam engines and the Sigma family of latest generation Ford engines, a 100% aluminum, high-tech motor, which is used in Brazil and South America and exported to North America.

"This investment reiterates our intention to continue investing in Brazil and involves a factory that produces today the newest engine technology. Ford's business vision favors innovation, within the larger goal of delivering the best in quality, economy and satisfaction to our customers. In this respect, this plant is without a doubt, a great competitive advantage", said Marcos de Oliveira, president of Ford Brazil and Mercosur.

"Moreover, this contribution reaffirms Ford's commitment to the growth process of the Brazilian economy and reinforces the success of its regional strategy for Latin America."

The investment adds to R$ 600 million already announced in 2008, to begin the Sigma production.

Partnership with the Union
The investment as well as the new jobs were the result of negotiations with the Metalworkers Union of Taubaté and Region that was guided by open dialogue, valorization of opportunities for the business and for the employees as well as understanding about the need to maintain the plant at competitive levels.

For Isaac do Carmo, president of Steelworkers Union of Taubate and Region, the proposal approved by the workers is a major victory for the category and the city of Taubate. "It took months of negotiations with the automaker that eventually ensured a great investment for that enables production in Taubate plant for many years, and promotes generation of jobs for the city and region," said Isaac.

Taubaté Industrial Complex
The Taubate Industrial Complex is responsible for the production of engines and transmissions and head castings for the engine. One of its best qualities is the production concept, which is characterized by flexibility, allowing the instantaneous exchange of models in machining and assembly lines. The plant currently has 1,700 employees working in a total area of 819,000 m2 (with 100,000 m2 built).
The modern industrial processes used in the new Sigma engine plant were featured when Ford was named the most innovative IT company in the automotive and auto parts segment in Information Week Brazil magazine's  "100 + Innovative in the Use of IT" ranking.
 
Success Story
With the milestone of 10,000,000 powertrains manufactured since the beginning of its operations, high performance and technology have always been a tradition at the Taubaté complex, where Ford produced the renowned 2.3L OHC engine for sixteen years.
 
In this period, more than 2 million of these engines were produced and the vast majority of this volume was exported. More than 1.5 million units were sent to the United States, to equip a world icon: the Ford Mustang. Some 175,000 units were used in the Ford Sierra in Argentina, and the remainder was used in the Maverick and F-75 pickup in Brazil.
 
From 1987 to 1995, the factory was responsible for casting and for supplying chassis to all South American production units. In 1995, the complex began production of the modern IB5 engines and HCS transmissions for the Ford Fiesta and Escort, assembled in Sao Bernardo do Campo.
 
In 1999, component machining lines for the assembly of top-quality Zetec RoCam engines were installed, as well as a new aluminum casting unit for production of this engine's heads.
 
Since then, the facility's capacity was gradually expanded – in 2002, 2005 and 2007 – to meet the growing demand of the internal market.
 

 


Scroll up to view article in English.

Ford Anuncia Investimentos de R$ 500 Milhões em Taubaté

SÃO BERNARDO DO CAMPO, Brasil - A Ford reafirma o compromisso com suas operações no Brasil e anuncia nesta segunda-feira, 14 de novembro, um novo programa de investimento no Brasil na ordem de R$500 milhões em sua fábrica de motores e transmissões em Taubaté, SP. O montante será destinado à continuidade da ampliação da capacidade de produção, que será ampliada para 500.000 unidades/ano da família de motores Sigma e para 520.000 transmissões/ano, e resultará, também, na criação de aproximadamente 500 novos postos de trabalho na unidade, que hoje conta com 1,7 mil funcionários.

Além do anúncio, a montadora comemora, ainda, a produção de 10.000.000 powertrains (motores e transmissões) na planta, que tem grande importância na estratégia global da Ford. A fábrica é responsável pela produção dos consagrados motores Zetec RoCam e da família de propulsores de última geração Sigma, motor 100% em alumínio de alta tecnologia, que além de atender o Brasil e a América do Sul é exportada para a América do Norte.

"Esse investimento vem reiterar nossa intenção de continuar investindo no Brasil e envolve uma fábrica que hoje produz o que há de mais novo na tecnologia de propulsores. A visão de negócios da Ford favorece a inovação, dentro do objetivo maior de entregar o melhor em qualidade, economia e satisfação para os clientes. Nesse aspecto, essa planta é sem dúvida um grande diferencial competitivo", adicionou o presidente da Ford Brasil e Mercosul, Marcos de Oliveira.

"Além disso, esse aporte reafirma o compromisso da Ford com o processo de crescimento da economia brasileira e reforça o acerto de sua estratégia regional para a América Latina."

O investimento é adicional aos R$600 milhões anunciados em 2008, para o início da produção do Sigma.

Parceria com o Sindicato
Tanto o investimento como os novos empregos foram resultado de negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e região que foi pautada pelo diálogo aberto,  valorização das oportunidades para o negócio e para os empregados bem como pela compreensão quanto a necessidade de manter a planta em patamares competitivos.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, Isaac do Carmo, a proposta aprovada pelos trabalhadores é uma grande vitória da categoria e para a cidade de Taubaté. “Foram meses de negociação com a montadora que acabaram por garantir um grande investimento que viabiliza por muitos anos a produção na planta de Taubaté e aponta um crescimento de 30% a mais no número atual de trabalhadores na unidade, promovendo a geração de empregos para o município e região”, afirma o presidente Isaac.

Complexo Industrial de Taubaté
O Complexo Industrial de Taubaté é responsável pela fabricação de motores e transmissões, em três turnos de trabalho, além de fundição de cabeçote para o motor. Um de seus diferenciais é o conceito de produção, que se caracteriza pela  flexibilidade, permitindo a troca instantânea de modelos nas linhas de usinagem e montagem.  A fábrica conta atualmente com 1,7 mil empregados, em uma área total de 819.000 m2 (sendo 100.000 m2 construídos).
Os modernos processos industriais aplicados na nova fábrica de motores Sigma foram destaque da Ford na colocação como a empresa mais inovadora em Tecnologia da Informação na área automotiva e de autopeças, dentro do ranking "As 100+ Inovadoras no Uso de TI", promovido pela revista Information Week Brasil.
 
História de sucesso
Com a marca de 10.000.000 de powertrains fabricados desde o início de suas operações, alta performance e tecnologia sempre foram tradição no Complexo de Taubaté, onde a Ford produziu, durante dezesseis anos, o consagrado propulsor OHC 2.3L.
 
Neste período, foram produzidos mais de 2 milhões destes motores – a grande maioria deste volume era destinada à exportação. Mais de 1,5 milhão de unidades tiveram como destino os Estados Unidos, para equipar um ícone da indústria mundial: o Ford Mustang. Outra parte, cerca de 175.000 unidades, foram para o Ford Sierra, na Argentina, e o restante ficou no Brasil, para equipar o Maverick e a picape F-75.
 
De 1987 a 1995, a fábrica foi responsável pela fundição e pelo fornecimento de chassis para todas as unidades de produção na América do Sul.
Em 1995, o Complexo iniciou a produção das modernas transmissões iB5 e dos motores HCS, para equipar o Ford Fiesta e o Escort, montados em São Bernardo do Campo.
 
Em 1999, foram instaladas as linhas de usinagem de componentes para montagem dos atuais motores Zetec RoCam – de reconhecida qualidade – além de uma nova unidade de fundição de alumínio para produção dos cabeçotes deste motor.
 
De lá para cá, a capacidade da fábrica foi gradativamente ampliada – nos anos 2002, 2005, 2007 e 2010 – para atender o crescimento da demanda do mercado interno.
 

  

By  

Yes
Yes
No
12/19/2011 12:00 AM